2

Retocolite Ulcerativa (RCU)

O que é a Colite Ulcerativa (ulcerosa)?


A Retocolite Ulcerativa (RCU) é uma doença inflamatória intestinal (DII) que foi primeiramente descrita no final do século XIX. É também conhecida pelo nome de Colite Ulcerosa e pode ser identificada ou descrita através de sua extensão da inflamação no cólon. Desde a sua descoberta o tratamento e suporte ao paciente vem melhorando consistentemente. No passado, intervenções cirúrgicas era o meio mais usado para tratamento da doença e em consequência disso muitos pacientes tinham uma curta sobrevida. Hoje em dia, morte por conta de complicações dessa doença pode ser considerado raro.

A prevalência da doença no Brasil é desconhecida, mas alguns estudos sugerem que cerca de 100 a cada 100.000 pessoas tenham a doença. O inicio dos sintomas parece ter o ápice entre 15 e 20 anos e entre 55 e 60 anos.

Na RCU, a inflamação intestinal é limitada ao cólon, ou intestino grosso, que inclui o reto. O restante do sistema gastrointestinal não é envolvido. A extensão da doença no cólon varia de pessoa para pessoa ou até mesmo na mesma pessoa em diferente estágios da doença. O reto, porém, sempre é afetado.

QUAIS OS SINTOMAS DA RETOCOLITE ULCERATIVA


Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, e também de acordo com o estágio da doença. Algumas pessoas podem sofrer mais de um sintoma ao mesmo tempo assim como desenvolver manifestações extras que não pareceriam estar ligadas a doenças inflamatórias intestinais. Os sintomas podem aparecer brandamente ou bruscamente. Infelizmente não há como prever se a pessoa com RCU poderá desenvolver outros sintomas não manifestados no início da doença.
             
Devido a inflamação na parte interna do cólon sangue e muco / pus misturado às fezes pode ser comum, além disso cólicas abdominais, diarreia, aumento na necessidade de ir ao banheiro, urgência em ir ao banheiro e perda de peso podem ser sinais que algo está errado com o seu intestino.
                 
Além desses sintomas a pessoa pode ter episódios de febre, sons anormais vindos do intestino, aumento na passagem de gases intestinais, cansaço e dor retal ao evacuar (tenesmo).

Caso você apresente um ou vários sintomas acima converse com o seu médico.

Manifestações extra intestinais são comuns em se tratando de doenças inflamatórias intestinais. RCU pode estar associada a inflamação das articulações, olhos, pele e fígado. Geralmente essas manifestações ocorrem quando a doença está ativa, mas pode aparecer mesmo quando a doença está em remissão.
                
Dessas manifestações a inflamação das articulações, chamada de artrite, é a mais comum. Pode aparecer antes, durante ou depois do diagnóstio da doença inflamatória intestinal.
               
Esses sintomas faz com que pacientes com RCU sintam-se na obrigação de sempre estar perto a um banheiro.

QUAL O PROGNÓSTICO DA RETOCOLITE ULCERATIVA


Pelo fato da inflamação ser limitada ao reto e ao cólon quando consegue-se controlá-la o intestino estará apto a regenerar-se e retornará se não totalmente à normalidade, quase que totalmente.

QUAL A CAUSA DA RETOCOLITE ULCERATIVA


Apesar de grandes esforços no estudo das doenças inflamatórias intestinais, não chegou-se a uma conclusão do que seria a causa dessas doenças. Fatores genéticos (passados de pais para filhos) pode ter uma relação com o aumento do risco de desenvolver a doença, mas genética por si só não parece ser a causa. Doenças inflamatórias intestinais parecem ser multifatorais (compostas por várias causas que combinados fará com que alguém desenvolva a doença). Além dos fatores genéticos, parece que o ambiente tanto fora do nosso corpo quanto dentro dele contribui para aumentar ou diminuir o risco de desenvolver a doença. Fatores ambientais podem ser descritos  como dieta, infecções, exposição a toxinas, entre outros.

PREVENÇÃO E TRATAMENTO DA COLITE ULCERATIVA (ULCEROSA)



Devido ao fato de não sabermos a causa exata das DII é difícil fazer qualquer tipo de prevenção. A melhor coisa a fazer é reconhecer os sintomas quando e se aparecerem. Assim você terá como conversar com o seu médico para que ele possa diagnosticá-lo e começar o tratamento o mais rápido possível.

2 comentários:

  1. Minha irmã sofre de retocolite ulcerativa çronica, em setembro ela teve que fazer uma masctomia por causa de um cancer . ela esta fazendo quimio vermelha , e consequentemente tem tido crises terriveis da retocolite e tambem com trombos o que a deixam com muita dor, mas ela nao conseguiu um medico que a prescreva uma medicaçao para aliviar as dores, o que poderia fazer para amenizar o sofrimento dela ?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Maria. Não é a intenção da página dar conselhos médicos desse tipo. O melhor a fazer é conversar com o médico e verificar o que pode ser feito. Acreditamos que ela já esteja cuidando da dieta e apesar da situação ser estressante talvez tentar controlar o estresse pode ajudar a diminuir as dores.
      Desculpe-nos não poder ajudar e esperamos que sua irmã melhore logo. Abraços

      Delete

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.