O que pode causar muco nas fezes?


Em algumas condições como a síndrome do intestino irritável (SII) e a retocolite ulcerativa é normal encontrar muco nas fezes. O muco é um componente típico de fezes saudáveis, mas normalmente está presente em quantidades bem pequenas que não podem ser vistas a olho nu. Mucos visíveis nas fezes podem ser devido a infecção bacteriana, fissura anal, obstrução intestinal ou doença inflamatória intestinal (retocolite ulcerativa – mais comum – e doença de Crohn).




O muco é uma substância transparente, clara ou amarelada e tem consistência de gelatina. É produzido pela membrana mucosa do cólon (intestino grosso) e também por outros órgãos do corpo como pulmões, onde ele ajuda a prender quaisquer partículas estranhas inaladas. No intestino, o muco protege a parte de dentro do intestino (mucosa interna) e ajuda na passagem das fezes. Ter muco nas fezes não é prejudicial em si, mas pode ser um sinal de uma doença ou condição que exigem tratamento (como citamos acima).

Se você não tiver diagnóstico de nenhuma doença ou condição em que o muco é considerado um sintoma típico é importante consultar um médico, principalmente se você tiver outros sintomas digestivos, como diarreia, dor abdominal, constipação e/ou vômitos.


Retocolite ulcerativa



Na retocolite ulcerativa, a membrana mucosa do cólon fica inflamada e desenvolve pequenas feridas, que são chamadas de úlceras. Estas úlceras podem sangrar e também podem produzir pus e muco. Esse muco pode estar em volume suficientemente grande a ponto de você ver a olho nu, pois ele sai junto com as fezes.


Síndrome do intestino irritável



Na síndrome do intestino irritável também pode haver aumento da produção de muco pela mucosa do intestino e este muco sai junto com as fezes. Ele está frequentemente associado com diarreia predominante ou outros tipos de síndrome do intestino irritável (IBS-A).

Leia mais sobre síndrome do intestino irritável aqui.
Leia mais sobre a nova síndrome do intestino irritável aqui.



Doença de Crohn



Ter muco nas fezes é menos frequente em pacientes com doença de Crohn. Em muitos casos o muco na doença de Crohn pode estar associado ao desenvolvimento de uma fissura anal.


Infecções bacterianas



Infecções bacteriana tais como as causadas por Campylobacter, Salmonella, Shigella e Yersinia podem fazer com que muco seja liberado nas fezes. Uma infecção bacteriana tem sintomas clássicos como diarreia, febre e cólicas abdominais e, por isso, é bom ficar atento porque os sintomas podem ser parecidos com os da doença inflamatória intestinal em atividade, ou seja, você pode achar que está entrando em crise, mas teve uma infecção bacteriana (é o médico que tem que diagnosticar). Normalmente essas infecções melhoram sozinhas, sem tratamento, mas em alguns casos elas podem ser mais sérias e precisar de antibióticos. A hidratação é sempre importante.


Obstrução intestinal



Obstrução intestinal está associada a sintomas como constipação (“intestino preso”), dores intensas, distensão abdominal (“barriga inchada”), vômitos e também passagem de muco. A obstrução intestinal pode ser causada por várias condições como fezes ressecadas, aderência (tecido cicatricial), hérnia, cálculos biliares, tumor ou engolir uma substância não-alimentar. Tipicamente, as obstruções são tratadas em hospitais e em alguns casos pode ser necessário cirurgia.


Ajude-nos a manter a página.
Ao doar R$50,00 ou mais você ganhará uma camisa para torcer para o Brasil na Copa!






A passagem de muco nas fezes na síndrome do intestino irritável ou na retocolite ulcerativa não é necessariamente motivo de preocupação porque é um sintoma dessas condições. Contudo, muco nas fezes, especialmente como um sintoma “novo”, deve ser dito para o médico na próxima consulta. Muco sem causa aparente, tais como alguma das condições pré-existentes mencionadas acima, é uma mudança no hábito intestinal e deve ser informado ao médico assim que possível.

0 comentários:

Post a Comment

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.