Medicamentos biológicos - Remicade e Humira


Medicamentos biológicos são produzidos através do uso de células humanas, de animais ou de microorganismos. Alguns exemplos são vacinas, insulina, alguns produtos usados na transfusão sanguínea etc.. No caso da doença inflamatória intestinal medicamentos biológicos são usados na forma de anticorpos para controlar certos sinais do processo inflamatório. Isso, no caso de DII, é positivo porque impede o ataque do sistema imune às células do intestino.


Quais são os tipos dos remédios biológicos


Existem basicamente três medicamentos biológicos no mercado – infliximab (Remicade), adalimumab (Humira) e certolizumab pegol (Cimzia). Infliximab (Remicade) foi o primeiro a aparecer. Está há mais de 10 anos no mercado e foi desenvolvido como sendo 75% proteína humana e 25% proteína de rato. Tanto adalimumab (Humira) e certolizumab pegol (Cimzia) são 100% proteína humana.




Qual o mecanismo de ação do Remicade e Humira?


Esses medicamentos são chamados de drogas anti-TNF, que significa fator de necrose tumoral e é um importante componente no processo inflamatório. Basicamente os anticorpos do medicamento se grudam no TNF impossibilitando-os de prosseguirem com a inflamação e assim aliviando os sintomas.


Posso começar a usá-los?



Geralmente esse tratamento é usado quando outros não trouxeram os resultados esperados. Por serem proteínas frágeis (anticorpos)  o remédio não pode ser ingerido pois seria destruído pelo suco gástrico do estômago, então eles são injetados. Adalimumab e certolizumab são administrados através de injeções enquanto Infliximab tem que ser tomado por infusão venal. O processo de infusão demora entre 2 e 3 horas e é necessário ser feito numa clínica ou hospital sob supervisão médica.


Quem pode tomar?



Talvez você não seja um candidato para esse medicamento se você tem uma infecção ou já teve câncer. Para iniciar o tratamento não pode haver resquício de infecção. Se você já teve câncer seu gastroenterologista deve entrar em contato com seu oncologista para saber se você poderá iniciar esse tipo de tratamento.

Eles tem que ser usados com precaução em pacientes com problemas cardíacos. Se você tiver algum problema cardíaco seu gastroenterologista irá contactar seu cardiologista.

Quais os efeitos colaterais do Remicade e Humira?



Por serem anticorpos, ou seja, proteínas o seu organismo pode não reconhecê-las e começar a atacar o “invasor” e isso pode acarretar em uma reação alérgica causando dificuldade em respirar, febre e manchas pelo corpo. Às vezes o seu médico vai prescrever um antihistamínico para ser tomado antes da injeção/infusão como por exemplo Benadril, e também um Tylenol e até mesmo corticóide para prevenir hipersensitividade.

Outro efeito colateral é reação no local da injeção. Inchaço e vermelhidão que podem vir a ser um incômodo.

Mais importante de tudo é que esses medicamentos supressam o sistema imune e isso faz com que o risco de infecções oportunistas aumentem.

Pacientes usando esse medicamento tem risco aumentado para tuberculose (uma infecção bacteriana dos pulmões). Todos os pacientes antes de começarem a tomar esses medicamentes tem que fazer um teste para tuberculose.

Esses remédios também aumentam o risco de desenvolver linfoma (um tipo de câncer). Estudos mostram que o risco de desenvolver esse tipo de câncer em quem toma biológicos é de 4 a 6 para cada grupo de 10 mil pessoas enquanto na população normal é de 2 para cada grupo de 10 mil pessoas. O risco aumenta mais ainda nos pacientes que tomam outro tipo de imunossupressores, como azatioprina, junto com os biológicos.


Sempre converse e discuta com o seu médico os benefícios e os efeitos colaterais que o medicamento pode trazer. É a sua saúde, é o seu corpo e por isso você é o responsável. Pesquise, discuta, avalie!

0 comentários:

Post a Comment

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.