A primeira informação que podemos dar sobre a síndrome do intestino irritável (SII) ou síndrome do cólon irritável é que não é uma doença, mas sim um conjunto de sintomas. Pode apresentar-se com predomínio de diarreia, de constipação intestinal ou alternância entre ambas. Tanto a apresentação inicial quanto a exacerbação dos sintomas geralmente são precipitadas por estresse de natureza física ou psicológica. Por isso é frequente a associação da SII e o estresse e também a coexistência de distúrbios psiquiátricos ou psicológicos. Estima-se a prevalência desses distúrbios entre 40 a 90% dos portadores de SII.

            A SII tem prevalência no Brasil em cerca de 12% e é a segunda causa mais comum de afastamento no trabalho. A SII com diarreia é mais comum no sexo masculino e a SII com constipação, mais comum no sexo feminino.

            Devido à similaridade de alguns sintomas (diarreia, dor abdominal), costuma-se confundir a SII com as doenças inflamatórias intestinais (DII), mas são fisiologicamente bem diferentes, até porque na SII não há nenhuma mudança na fisiologia do intestino. As únicas mudanças que tem são alteração na motilidade intestinal e na flora bacteriana e hipersensibilidade intestinal, além da relação com distúrbios psicológicos e psiquiátricos. Já as doenças inflamatórias intestinais, como já vimos em posts anteriores, são caracterizadas por alterações na mucosa do intestino causadas pela inflamação.

            Na SII os principais sintomas são: diarreia ou constipação intestinal ou alternância entre ambas, distensão abdominal (“barriga inchada”) e dores abominais tipo cólica. A diarreia pode vir acompanhada de muco. Há diminuição da dor após a evacuação e sensação de esvaziamento incompleto (após evacuar, ainda fica com a sensação que poderia ter evacuado mais).

            Nas doenças inflamatórias intestinais a diarreia pode vir acompanhada de sangue e também há dor abdominal, porém ela não melhora após a evacuação. Além disso há febre, perda de peso, falta de apetite, manifestações extra intestinais, entre outros.

            É importante lembrar que é o médico gastroenterologista que vai diagnosticar a SII ou a DII através de vários exames, como exame clínico, físico e bioquímico, colonoscopia, biópsia etc.


            Temos observado que muitos portadores de doenças inflamatórias intestinais também apresentam síndrome do intestino irritável, mas que fique bem claro que uma não leva à outra! O paciente tem a doença e, em determinado momento, por outros fatores, desenvolve a síndrome. Nesses casos deve-se prestar muita atenção, pois uma exacerbação da SII pode ser confundida com a DII entrando em atividade e o tratamento em cada caso é diferente. Por essas e outras é importante tem um acompanhamento médico regular e uma boa abertura com seu médico, para que seja possível ele te avaliar e diagnosticar o que está acontecendo com você.

0 comentários:

Post a Comment

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.