Como se faz o diagnóstico de doença de Crohn e Colite Ulcerativa?


Ao vivenciar um ou mais sintomas da DII (doença inflamatória intestinal) entre em contato com o seu médico com o histórico do que você ou seu familiar vem sentindo.  Leia o artigo Como conversar abertamente com o seu médico. Ao fazer isso o médico poderá pedir exames para que possa se chegar a um diagnóstico definitivo determinando a extensão e severidade da doença.

Lembre-se que o médico é o melhor capacitado para decidir qual exame cada indivíduo irá precisar. Ele saberá qual exame a pessoa vai precisar naquele momento baseado nos sintomas que ela descrever. Então abra a boca e fale tudo!

Dentre esses exames podemos citar exames de sangue e de fezes, raio-x, ultrasom, ressonância magnética, tomografia, endoscopia, colonoscopia, biópsia, etc.


hemograma completo no diagnóstico colite ulcerativa e doença de Crohn

Mas qual exame o meu médico vai pedir?


Isso vai depender muito dos seus sintomas, por isso é tão importante você detalhá-los bem. O que podemos falar é que além dos sintomas vai depender também das possibilidades que o médico esteja lidando e do local que você esteja sentindo dores ou desconforto. Outro fator importante na hora de decidir sobre qual exame pedir é pensar nas complicações que a DII pode trazer e levar isso em consideração. Ao pensar em todas essas possibilidades, seu médico decidirá pelo exame que trará o melhor custo-benefício para sua saúde. O que isso quer dizer? Quer dizer que você não fará uma ressonância magnética para ver se uma unha do dedo sua quebrou. A quantidade de radiação nesse tipo de exame não compensa para que o médico, ou nesse caso até você mesmo, constate que sua unha quebrou certo? 

Lembre-se vários exames como raio-x, tomografia, etc. expõem o paciente à certo grau de radiação, por isso esses exames tem que ser pedidos somente em caso de necessidade. Um exame por ano não é prejudicial à sua saúde, mas fazer 20 no mesmo ano pode não ser a coisa mais certa a se fazer.

O que o médico procura nesses exames?


Exame de sangue para diagnosticar doença de Crohn e Colite UlcerativaExame de sangue – Ao examinar o seu sangue o médico olhará, no caso de DII, a quantidade de plaquetas e células brancas pois essas duas podem estar mais elevadas que o normal quando se tem DII. Também, alguns anticorpos são mais frequentes que outros em alguém que tenha DII ativa. Outra importante medição é a proteína C-reativa que irá mostrar se há inflamação naquele momento, em caso positivo estará mais elevada que o normal.

Posso ser diagnosticado só pelo meu exame de sangue?

Apesar do exame de sangue ser uma ótima ferramenta ele por si só não será usado para dar um diagnóstico definitivo. Porém, ele ajudará ao médico a decidir qual exame mais elaborado que pode ser feito para que assim o diagnóstico possa ser feito.



Exame de fezes – Esses exames são chatos de fazer, e muitos podem ter vergonha de fazê-lo. Mas lembre-se que não há motivo de vergonha. São procedimentos comuns que o seu médico e o laboratório estão acostumados. Ao fazer um exame de fezes eles estarão procurando basicamente por uma infecção bacteriana. Isso é importante pelo que já foi dito anteriormente. Primeiro descarta-se qualquer doença que pode causar os sintomas que você vem sentindo. O laboratório dará o resultando especificando o que foi encontrado nas fezes – bactérias, parasitas e a quantidade de células brancas. 

A presença de células brancas nas fezes quase sempre é indicativo de algum tipo de inflamação nos intestinos. Além disso pode-se verificar se há a presença de calprotectina e lactoferrina que são proteínas presentes nas células vermelhas do sangue e que é indicativo de inflamação ativa.

Juntamente com o exame de sangue, o exame de fezes é importante em DII para fazer adaptações ou mudanças no tratamento da doença depois de diagnosticado.

E os exames que envolvem algum tipo de imagem? Tipo raio-x, ultrasom, ressonância?

Vamos falar desses exames em um segundo artigo dentro da série diagnóstico.




Fale-nos como você foi diagnosticado e como está hoje em dia.Quer ver a sua história publicada no site? Mande-nos sua história de como você foi diagnosticado(a), quanto tempo levou, como está o tratamento, quais foram os sintomas, suas atividades físicas etc. Queremos ouvir de você! Mande sua história para crohnecolite@gmail.com e publicaremos na seção “Histórias de paciente” que será criada no site. Além de informar outros você mostrará que pode-se levar uma vida normal mesmo sofrendo de DII.



Obrigado!

0 comentários:

Post a Comment

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.