Cúrcuma – um aliado no tratamento das doenças inflamatórias intestinais


A curcumina, o ingrediente ativo da cúrcuma, pode ser um tratamento eficaz para a doença inflamatória intestinal. Pesquisadores de um centro de pesquisa (Steele Children´s Research Center) da Universidade do Arizona relatam que a curcumina reduz a inflamação grave e os danos associados infligidos sobre o trato intestinal.




Por milhares de anos a cúrcuma tem sido um tratamento popular para condições inflamatórias como a artrite, bem como resfriados e até mesmo câncer. No entanto, até recentemente, os cientistas não sabiam exatamente qual ou quais composto (s) deu a esta especiaria suas propriedades medicinais. Este estudo recente, juntamente com vários anteriores, identificou a curcumina como possuindo as qualidades curativas.

Em pessoas que não têm a doença inflamatória intestinal, as células brancas do sangue chamadas neutrófilos vão para qualquer local inflamado do trato intestinal e destroem os organismos que estão causando a infecção. No entanto, em pacientes que têm doença inflamatória intestinal, um número excessivo de neutrófilos corre para a inflamação e lesões no intestino, em vez de ajudá-lo a se curar. Os pesquisadores da Universidade do Arizona descobriram que a curcumina suprime a quantidade de neutrófilos que migram para o local da inflamação, que por sua vez reduz as lesões nos intestinos.


ASSINE NOSSO BOLETIM INFORMATIVO
Coloque o seu email:

Você receberá um email, confirme-o para que você possa receber nossas novidades.

De acordo com a Fundação de Crohn e Colite da América, cerca de um milhão de americanos têm doença inflamatória intestinal. Esse número é dividido uniformemente entre os dois tipos: doença de Crohn e retocolite ulcerativa.

Em pessoas que têm colite ulcerosa, estudos anteriores demonstraram que os suplementos de curcumina , quando comparado com o placebo, reduziu o número de recidivas em cerca de 50%. Um artigo recente publicado no “Current Pharmaceutical Design” também relatou que no tratamento da doença inflamatória intestinal, a curcumina "e seu perfil de segurança incomparável sugerem que ela tem boas perspectivas”.

O artigo original foi escrito por Kanai Hiroyuki e Ken Sugimoto, com o título de “Curcumin has bright prospects for the treatment of inflammatory bowel disease” e foi publicado na Current Pharmaceutical Desig, em 2009, volume 15, nº 18, entre as páginas 2087 a 2094.



Como usar a cúrcuma na alimentação?


Adicione a cúrcuma nas preparações do almoço e/ou jantar. Por exemplo, no arroz. Não vai alterar o sabor. A única coisa que vai acontecer é mudar a cor da preparação, que vai ficar mais amarela, com tom alaranjado. Você também pode acrescentá-la também nas outras preparações (carnes, sopas, legumes cozidos).





0 comentários:

Post a Comment

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.