Prevenção na Doença Inflamatória Intestinal: Vacina contra HPV e outras vacinas



As vacinas são, sem dúvida, um importante instrumento para a prevenção de doenças.

No caso da doença inflamatória intestinal (DII), incluindo aí pacientes portadores da doença de Crohn e colite ulcerativa, elas representam uma parte importante para a manutenção da boa saúde uma vez que esses pacientes apresentam um risco maior para infecções quando comparados com a população em geral. Há várias razões que explicam uma maior susceptibilidade desses pacientes, como por exemplo desnutrição, cirurgias ou terapias imunossupressoras.

Como já sabemos, os medicamentos usados para manter a DII sob controle são compostos por imunossupressores como Azatioprina e também por medicamentos biológicos como infliximab. Apesar desses medicamentos terem melhorado a qualidade de vida de muitos que sofrem de DII eles também são responsável pela menor capacidade do indivíduo de lutar contra outras doenças ou até mesmo de adquirir novas condições.

O grau de susceptibilidade vai depender do grau de imunossupressão que acompanha o tratamento do paciente de DII. Devido a esse fato vacinas são de grande importância quando considera-se prevenção e DII. Infelizmente, muitos assumem que a resposta imune do paciente com DII não será adequada devido a terapia imunossupressiva, mas na verdade é importante que esses indivíduos mantenham a vacinação em dia para que evitem assim outras doenças.

ASSINE NOSSO BOLETIM INFORMATIVO
Coloque o seu email:

Você receberá um email, confirme-o para que você possa receber nossas novidades.

Tenho DII (doença de Crohn, colite ulcerativa) qual vacina posso tomar?


De forma geral, pacientes com DII devem seguir o mesmo calendário de vacinação que a população que não tem a doença. Porém, se você está se tratando com terapia biológica (Remicade, Humira, Cinzia) cuidado deve ser tomado para que não tome vacinas que contenham o vírus vivo como por exemplo a tríplice viral (sarampo, caxumba, rubéola), vacina contra catapora (varicela), vacina contra febre amarela, vacina contra Herpes-Zóster, vacina contra febre tifóide, etc..

Leia também: Vacinas em crianças e adolescentes com DII

Pacientes com DII que vão começar o tratamento com biológicos devem tomar essas antes de iniciar a terapia, e caso já esteja se tratando devem evitá-las devido ao grande risco delas causarem infecção por conta da baixa imunidade desses pacientes.

Além do regime normal de vacinas é aconselhável que pacientes com DII tomem algumas vacinas extras. Estudos mostraram que mulheres com DII tem maior tendência em mostrar anormalidade no exame papanicolau do que a população em geral. Isso pode ser explicado devido a doença ter se extendido até a mucosa dessa região e também devido a imunossupressão, que aumenta a possibilidade de infecção pelo vírus HPV. Por isso, além das mulheres entre 9-26 anos aconselha-se também que mulheres com DII maiores que 26 anos que testem negativo para HPV tomem a vacina contra HPV. Além disso, devido a maior incidência de câncer anal quando se tem a doença de Crohn na região perianal (em volta do ânus), homens portadores de DII são aconselhados a tomarem a vacina também.

Converse com o seu medico sobre toda e qualquer vacina que você esteja pensando em tomar, não o faça sem antes conversar com quem faz o acompanhamento da sua doença.



A vacina pneumocócica e contra a gripe são duas vacinas comuns que são aconselhadas para todos os poetadores de DII. A primeira é dada mais cedo em pacientes com DII do que a população em geral e é relativamente segura. Assim como a vacina contra a gripe que possui o vírus inativo é segura para todos os pacientes com DII (A vacina contra gripe que é tipo um spray nasal não é aconselhada pois é usado vírus vivo). Tanto a vacina pneumocócica quanto a contra a gripe podem ser administradas conjuntamente.

Portadors de DII que não esteja em tratamento com biológicos e não teve catapora (varicela) ou que não foi vacinado contra catapora (varicela) devem ser vacinados. Pacientes e médicos devem reconhecer a importância de vacinas que usam vírus vivo antes de iniciar a terapia com biológicos. A mortalidade de adultos que adquirem catapora é bem maior do que de crianças e por isso adultos com DII devem ser vacinados. Sempre converse com o seu médico.


2 comentários:

  1. Tenho diagnóstico de doença de crohn desde 1994. Em março desde ano de 2014 fui diagnosticada com HPV e câncer na vulva. Um oncologista me indicou tomar a vacina contra HPV. Minha consulta com a proctologista que faz meu acompanhamento é dia 22 de maio. Longe ainda. Será que posso tomar essa vacina?
    Outra pergunta: estou gripada (gripe forte e com nariz entupido) ha mais de 15 dias. Mesmo gripada assim, posso tomar a vacina da gripe?
    Mto obg!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Megg,

      A doença de Crohn não é impedimento para tomar a vacina. Quanto você já ter HPV pode ser interessante vacinar-se pelo fato de existir mais de 100 diferente vírus, então pode ser que você não tenha sido exposta a todos.

      Na sua situação, de acordo com o fabricante da vacina, é melhor esperar você ficar melhor e então tomar a vacina. Também não é recomendado tomá-la caso você tenha alguma alergia aos componentes da vacina ou caso você esteja grávida.

      Obrigado por participar

      Delete

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.