Melhore sua saúde com esse surpreendente anti-inflamatório.


Inflamação... Essa palavrinha sempre está em alta quando se tem doença inflamatória intestinal. É um “ão” que nos dá medo, receio, ansiedade, etc; afinal, quem é portador de DII sabe o quanto é doloroso quando ela vem e várias partes do corpo começam a ser afetadas. Não só isso, mas já foi provado o elo entre inflamação e outras doenças como câncer, Alzheimer e doença arterial coronariana.

Dia a dia pesquisadores conseguem entender cada vez mais sobre o processo inflamatório e como ele ocorre em cada doença. 


Nós sabemos que a inflamação não é um “luxo” que só os portadores de DII têm, mas presente em várias outras condições como a doença celíaca, a artrite reumatóide, e por aí vai. Porém, a inflamação não é assim de todo ruim, pois vejamos, se não fosse pelo “bicho da inflamação” nosso organismo não teria condições de lutar contra um simples resfriado por exemplo. Quando você queima sua mão preparando aquele pão “quase” maravilhoso sem glúten ela ficará vermelha e inchada, ou quando você tem dor de garganta e febre, isso tudo significa que o seu organismo está lutando contra o invasor para que se recupere logo e você se sinta melhor. Podemos dizer que isso é o processo inflamatório agudo e convenhamos, ele é o mocinho da história.

O problema está quando esse processo inflamatório torna-se crônico. Esse “talzinho” aí pode deixá-lo realmente debilitado, propiciá-lo a outras doenças e até mesmo acelerar o envelhecimento. É como ficar tirando a casquinha do machucado constantemente sem que esse esteja ainda cicatrizado e por conta disso nunca irá cicatrizar-se.

Vamos ver se podemos explicar de forma mais simples. Imagine que alguém lhe dê um soco nos ombros, provavelmente doerá e ficará vermelho e inchado. Você terá o movimento daquele ombro reduzido devido a dor e ao inchaço por um tempo certo? Mas e se você levar um soco nesse ombro todos os dias? Provavelmente você jamais conseguiria usar esse ombro de forma normal novamente correto?

ASSINE NOSSO BOLETIM INFORMATIVO
Coloque o seu email:

Você receberá um email, confirme-o para que você possa receber nossas novidades.

Pois bem, se você tem uma DII que por si só já é um “soco no ombro” diário e ainda leva um estilo de vida sedentário e dieta nada boa vai acabar acumulando algumas gordurinhas abdominais e isso ajudará mais ainda a exarcebar o processo inflamatório, que no caso da DII, já está presente.

Felizmente você pode ter o controle de certas situações. Você poderá prevenir essa gordura localizada através de um surpreendente agente anti-inflamatório. Parece até propaganda de algum vitamínico ou suplemento alimentício, mas não, é algo muito mais benéfico e o melhor de graça! Sabe o que é?



Quem disse o sistema muscular acertou em cheio! Talvez você tenha pensado que músculos fossem só para movimentar-se e queimar caloria. Bem, agora você pode adicionar mais uma função aos seus músculos – prevenção da inflamação.

Como seus músculos podem prevenir a inflamação?


Recentemente descobriu-se que  os músculos secretam um composto parecido com um hormônio chamado “myokines” (miocinas) que seriam um tipo de citocina. Dr. B. K. Pedersen do centro de inflamação e metabolismo de Copenhague, Dinamarca, publicou uma revisão de estudo sobre as myokines em 2012. Ela queria confirmar que o elo entre inatividade e doença era justamente a falta dessas moléculas.

Algumas têm um efeito direto nos músculos. Outras são liberadas na corrente sanguínea e viajam até outros órgãos e tecidos. E é através desse sistema que os músculos podem espalhar a “boa notícia” para outras partes do nosso organismo.

Alguns dos benefícios são:

  • Ossos mais fortes.
  • Vasos sanguíneos mais flexíveis.
  • Células gordurosas que liberam mais gordura para ser transformada em energia.
  • Diminuição do crescimento de tumores.


Como posso começar a me beneficiar desse anti-inflamatório natural?


Uma palavra apenas: contração!

Você só precisa começar a usar os seus músculos. Sabemos que o sistema muscular é ativado através de movimentos, por isso faça um esforço para deixar de ser sedentário e entrar para o mundo das pessoas ativas que você sentirá a diferença. 

Use as escadas ao invés da escada rolante. Caminhe para o trabalho, ou vá de bicicleta. Ou desça duas estações/ponto antes do seu trabalho e caminhe o restante. Comece aos poucos e aumente a medida do possível. Seu corpo foi construído para se movimentar. Não o deixe enferrujar. Use-o para coisas boas!

Leia também: 


Cada vez que você os usa eles mandaram sinais positivos para o resto do seu organismo e para isso cada passo conta.

Hipócrates, o pai da medicina moderna, uma vez disse: “Todas as partes do corpo se usadas com moderação e exercitadas de forma que cada um está acostumado se tornarão saudáveis,  bem desenvolvidas e se manterão joviais; mas se você não as usa e elas são deixadas na inércia, as mesmas se tornarão propensas à doenças, defeitos e ao envelhecimento precoce.”


O que você está esperando para começar a se exercitar?



0 comentários:

Post a Comment

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.