É muito importante para qualquer pessoa ter ossos saudáveis, certo? No caso de pacientes com Doença de Crohn e Colite Ulcerativa isso é essencial.

Como já falamos nesse post portadores de Doença de Crohn podem vir a ter maior probabilidade de desenvolverem perda óssea. Acredita-se que a prevalência da perda óssea em portadores da Doença de Crohn fique entre 22-55%.

Apesar de não se saber ao certo o porquê que a perda óssea ocorre parece que a desnutrição e a absorção nutricional deficiente contribui para tal fazendo com que adultos que tem a doença venham a ter até 40% mais fraturas ósseas do que o normal.


Por que é importante termos ossos saudáveis e qual a relação de perda óssea e Doença de Crohn?



Os ossos são a estrutura do nosso corpo, assim como um edifício não pode se sustentar sem as colunas, você não pode se sustentar sem os ossos. Além disso, no interior de algum ossos há um material gelatinoso chamado de medula óssea (tutano) que é responsável não só por produzir células ósseas, mas também as células vermelhas do sangue e as células brancas do corpo. Aquelas lá do sistema imune que falamos nesse post sobre vacinação.

Pois bem, ossos precisam de cálcio e vitamina D para se formarem adequadamente. Caso você seja deficiente nesses nutrientes a formação dos ossos ocorrerá de forma debilitada, ou seja, ossos mais fracos e quabradiços.

ASSINE NOSSO BOLETIM INFORMATIVO
Coloque o seu email:

Você receberá um email, confirme-o para que você possa receber nossas novidades.



Como pacientes portadores de Doença de Crohn, e numa escala menor Colite Ulcerativa, têm problemas na absorção de nutrientes acaba que mesmo ingerindo uma dieta balanceada os nutrientes absorvidos não serão o suficiente para gerar ossos saudáveis exigindo desses pacientes a ingestão de alimentos ricos em cálcio ou até mesmo a suplementação alimentar.

Mas como ingerir alimentos com grande quantidade de cálcio se tenho intolerância à lactose


É verdade que muitos pacientes com DII têm intolerância alimentares, principalmente intolerância à lactose. Mas há hoje no mercado vários produtos que são sem lactose. Caso você não tome leite ou coma seus derivados por uma outra razão como religiosa ou até mesmo por não gostar saiba que há outros alimentos ricos em cálcio.

O que tem mais cálcio 250 mL de leite de vaca ou 250 mL de couve refogada?

Resposta aqui e veja também quais alimentos podem ajudá-lo a melhorar seu consumo de cálcio.

Se eu tenho perda óssea eu tenho osteoporose? Posso ter osteoporose se tenho Doença de Crohn?




Nossos ossos se regeneram naturalmente levando em conta que há nutrientes necessários para tal e que nosso organismo esteja funcionando normalmente. Quando há falta de algum nutriente pode ocorrer a perda óssea. Isso acontece porque o organismo não tem material suficiente para gerar o novo osso. Caso haja diminuição só da densidade óssea é chamado de osteopenia, nessa fase os minerais nos ossos estão abaixo do normal, ou seja, há perda óssea mas não o suficiente para se caracterizar como osteoporose. Se essa situação se prolongar por mais tempo e fraturas começarem a ocorrer essa perda óssea é chamada de osteoporose, que significa osso poroso. Como o paciente de Doença de Crohn é propenso a perda óssea, se não remediado poderá sim desenvolver osteoporose.



A osteoporose que occore na Doença de Crohn é a mesma que ocorre na menopausa?



Não. Diferentemente da osteoporose na menopausa que ocorre com mulheres no período pós menopausa ou mulheres mais velhas, a osteoporose em pacientes com Doença de Crohn ocorre geralmente em pessoas jovens. A fisiopatologia (a forma que a doença ocorre) da osteoporose relacionada a Doença de Crohn é diferente no sentido que parece estar ligada com a atividade da doença. Mulheres na menopausa já começam a tomar suplementos de cálcio e vitamina D o que vai diminuir consideravelmente o processo da osteoporose. Já em pacientes com Doença de Crohn a insuficiência nutricional tanto de cálcio como vitamina D aumenta o desenvolvimento da doença. Além disso há outros fatores envolvidos nos paciente com Doença de Crohn como o que já foi dito sobre a má absorção de nutrientes, problemas hepáticos (fígado), diminuição da ingestão de alimentos ou não ingestão de produtos derivados do leite.





Um estudo da VU medical Center nos Países Baixos constatou que pacientes portadores de Doença de Crohn tomando suplementos de vitamina D e Cálcio mostraram perda óssea normal para a idade ou até mesmo níveis melhores que o normal. Há vários estudos sobre a relação entre esses nutrientes com Doença de Crohn. Apesar de ser muito debatido há estudos positivos quanto ao uso de suplementos. Converse com o seu médico e sua nutricionista a respeito.

Vamos escrever uma série de artigos baseados nesse problema de perda óssea e Doença de Crohn. Como controlar, quais os exames, etc. Sua ideia ou pergunta é bem vinda.

Corticosteroides e osteoporose?


Caso você faça uso de corticosteroide tenha atenção redobrada quanto à perda óssea. Estudos mostram que mais da metade dos pacientes tomando corticosteroides por longo períodos desenvolve osteoporose. Isso ocorre porque corticosteroide diminui ainda mais a absorção de cálcio dos alimentos, aumenta a excreção de cálcio na urina e estimula a retirada de cálcio dos ossos.

Fique sempre atento às mudanças do seu corpo e sempre comunique ao seu médico qualquer alteração.

0 comentários:

Post a Comment

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.