Recebendo o diagnóstico da doença de Crohn ou colite ulcerativa



Você se lembra como você se sentiu quando foi diagnosticado com doença inflamatória intestinal?

Quando alguém é diagnosticado com a doença de Crohn ou retocolite ulcerativa a tendência é ficar meio cabisbaixo, se sentir desprotegido como na foto abaixo. Isso é normal uma vez que ninguém quer conviver com algo que tem o potencial de atrapalhar a sua vida como um todo, o seu dia a dia e ainda por cima causar dores e desconfortos que muitas vezes pode causar vergonha ou nos deixar em situações embaraçosas. Mas nem tudo está perdido. 

Há cada vez mais estudos sobre a Doença Inflamatória Intestinal (DII) que buscam não só a cura, mas também entender e melhorar a qualidade de vida dos portadores dessas doenças seja através de novos tratamentos ou simplesmente controle dos sintomas através da dieta ou controle do estresse.







Uma parte muito importante para manter-se saudável enquanto convivendo com DII é ter uma dieta balanceada. Quando falamos em dieta balanceada nos referimos não somente a ingestão de legumes, verduras, proteínas etc., mas de ter consciência que há certos alimentos que farão com que você sinta dores abdominais ou tenha diarreia;  outros farão com que você se sinta melhor e mais disposto(a).

Não é fácil chegar a um consenso, e pode acontecer de no decorrer da doença você descobrir que um alimento que antes não lhe causava nada passa a ser algo em potencial para que você tenha cólicas abdominais ou diarreia.




Tanto a doença de Crohn quanto a Retocolite Ulcerativa pode afetar outras partes do corpo que não os intestinos. Como já foi falado, inflamações das articulações, ou artrite, é o mais comum. Mas pessoas com DII estão predispostos a vários problemas relacionados à pele, até mesmo câncer de pele. Mais será falado a esse respeito e, novamente, estressamos que caso você tenha dúvidas ou preocupações de sintomas aqui mencionados não deixe de comentá-los com seu médico.




Quando você tem doença de Crohn ou retocolite ulcerativa você não precisa apoiar-se somente na medicina tradicional, a qual é importante e jamais deve ser descontinuada, nunca pare medicamentos sem antes consultar o seu médico. Tratamentos alternativos como por exemplo acupuntura ou uso de ervas medicinais são importantes coadjuvantes para o bem estar do paciente. Além disso, exercícios físico e até terapia podem ser de grande ajuda para melhorar certos desconfortos que essas doenças podem trazer.


Leia também:             O uso de ervas medicinais na DI
                                Acupuntura no tratamento da DII 
                                Medicina alternativa no tratamento da DII
                                           

Outra coisa muito importante é quanto a suplementos vitamínicos. Portadores de doença inflamatória intestinal tem uma absorção de nutrientes deficiente e além disso o tratamento ao qual são submetidos, com o uso de sulfasalazina e/ou corticóides por exemplo faz com que o uso de suplementos como cálcio, vitamina D e ácido fólico sejam extremamente indicados. Há vários outros tipos de vitamínicos que podem ser usados para os portadores dessa doença. Vale a pena frisar que é importante verificar a qualidade dessas vitaminas para não comprar coisas ruins e que o farão mais mal do que bem. Pesquise a empresa da qual você compra para não acabar jogando seu dinheiro fora.


                              O uso de corticóides no tratamento da DII
                              Perda óssea relacionada com a DII


Como já mencionado, parte do aprender a conviver com a doença de Crohn ou retocolite ulcerativa é descobrir os tipos de alimentos que fazem com que você tenha um episódio de ativação da doença, uma crise. Isso não é restrito a apenas alimentos, mas pode ser algo relacionado ao estresse ou cansaço também. É importante você conhecer a si mesmo e saber extamente quais são os seu limites.

Trabalhar, viajar, estudar fazem parte da vida de muitos, mas quando se tem doença de Crohn ou retocolite ulcerativa o aprendizado de como gerenciar sua doença enquanto você faz suas atividades se faz muito importante. Por exemplo, talvez você tenha que conversar com o seu empregador sobre sua doença, o que às vezes não é tão fácil quanto parece, mas tudo planejado e pensado acaba se resolvendo ou você terá que conversar com o professor(a) do seu filho ou sua filha para explicá-lo(a) o que é a doença e assim informá-lo(a) que idas frequentes ao banheiro é uma das coisas que podem acontecer devido aos sintomas.


Uma coisa é certa, sua vida não vai parar por conta dessa doença e você será o responsável por isso. Conheça-se! Preste mais atenção em você! Assim o conviver com a doença de Crohn e retocolite ulcerativa se tornará bem mais fácil.


0 comentários:

Post a Comment

Muito obrigado pelo seu comentário e/ou pergunta. Responderemos o mais rapidamente possível.

Isenção de responsabilidade

Usando esse blog você o estará fazendo por conta e risco próprios. Não é a pretensão desse blog diagnosticar, medicar, sugerir tratamentos ou induzir mudanças no seu atual tratamento médico. Objetivamos única e exclusivamente informar a respeito das doenças inflamatórias intestinais. Caso você apresente algum sintoma procure um profissional médico. Não descontinue o uso de nenhum medicamento sem antes consultar o seu médico.

Powered by Blogger.